O Tempo

"O tempo! O passado! Aí algo, uma voz, um canto, um perfume ocasional levanta em minha alma o pano de boca das minhas recordações... Aquilo que fui e nunca mais serei! Aquilo que tive, e não tornarei a ter! Os mortos! Os mortos que me amaram na minha infância. Quando os evoco toda a alma me esfria e eu sinto-me desterrado de corações, sozinho na noite de mim próprio, chorando como um mendigo o silêncio fechado de todas as portas."
........................................................................................................................ Fernando Pessoa

outubro 18, 2015

Reflexão

A única vantagem da idade é o tempo. Sobretudo quando temos a capacidade de discernir sobre ele e, pasme-se, até de, vitalmente, o esquecer. (...) Há um passado que passou ... e há o passado que ficou, quase diria esplendoroso, que me fortaleceu, me deu ânimo, me fez sorrir, que, enfim, ajudou a fazer de mim a mulher que hoje sou. Esse vive no meu dia-a-dia e vem abraçar-me sempre que dele preciso.
                                                                                                                                                                    
                                                                                                                                                                       Helena Sacadura Cabral




Sem comentários: