O Tempo

"O tempo! O passado! Aí algo, uma voz, um canto, um perfume ocasional levanta em minha alma o pano de boca das minhas recordações... Aquilo que fui e nunca mais serei! Aquilo que tive, e não tornarei a ter! Os mortos! Os mortos que me amaram na minha infância. Quando os evoco toda a alma me esfria e eu sinto-me desterrado de corações, sozinho na noite de mim próprio, chorando como um mendigo o silêncio fechado de todas as portas."
........................................................................................................................ Fernando Pessoa

agosto 20, 2011

O Patriotismo


A sala era ampla e banhada pela luz do sol que entrava pelas várias janelas. O chão de sobrado muito bem esfregado, conferia-lhe um ar de asseio.
Por cima do quadro, podíamos ver ao centro Jesus na cruz, ladeado pelo Presidente da República,   o General Óscar Carmona, e  o Presidente do Conselho,  Dr. Oliveira Salazar.
E assim, ali de pé e de olhos postos naquelas figuras, aprendíamos a rezar e a entoar o Hino Nacional, que iria fazer despertar em cada um de nós um novo sentimento: " O Patriotismo".


Sem comentários: